• Acesse a área exclusiva:

Principais dúvidas sobre cirurgia da obesidade



A opção pela cirurgia bariátrica é uma decisão difícil e envolve muitas questões, inseguranças e dúvidas. Qual o imc indicado, o tempo necessário de espera para poder engravidar e se perderão os cabelos são alguns dos principais questionamentos dos futuros gastroplastizados.

Levantamos as principais perguntas com as respectivas explicações dadas pela equipe do Instituto Mineiro de Obesidade e Cirurgia. Confira:
– Tem risco?

Existem riscos como qualquer operação. Entretanto, os estudos revelam que o risco é muito maior do paciente morrer em decorrência de complicações clínicas da própria obesidade que com o procedimento cirúrgico. As estatísticas apontam que é 12 vezes maior a taxa de mortalidade entre os grandes obesos (aqueles com o dobrou ou mais que seu peso) que a população em geral na faixa dos 25 aos 35 anos. Esse grupo morre mais cedo por desenvolver doenças decorrentes da obesidade. É raro encontrar um grande obeso com 70 anos ou mais. As publicações científicas informam que a mortalidade decorrente da cirurgia bariátrica laparoscópica foi de 0,3%, demonstrando que o risco de morte em pacientes obesos submetidos à cirurgia bariátrica é 35% menor que entre os obesos (com IMC > 35 Kg/m²), tentando apenas o tratamento clínico (medicamentoso).

 – Vou ficar careca?

Cerca de 70% dos pacientes sofrem de queda de cabelo após a cirurgia bariátrica, geralmente, entre o 3º e 7º mês de pós-operatório. A situação é decorrente da carência de proteínas e nutrientes, durante os primeiros meses após a cirurgia. A equipe de nutrição deve ser comunicada para minimizar essa queda.

– Posso comer normalmente depois da operação?

Após a operação, os pacientes precisam de um acompanhamento especializado, envolvendo avaliações permanentes e cuidados nutricionais.  Paulatinamente, o paciente é liberado para progredir a dieta, sob orientação de nutricionista.

 – Posso voltar a ser obeso?

Na maioria dos casos, o ganho de peso ocorre quando o paciente não assume hábitos saudáveis, como a adoção de dieta menos calórica e mais nutritiva e a prática de exercícios físicos regulares. O reganho costuma ocorrer a partir dos dois primeiros anos de operado.

– Poderei engravidar depois da cirurgia?

Sim, após 18 meses da operação, sob a orientação médica.

– Após a operação ficarei depressivo?

Não há nenhuma relação comprovada. Se o paciente apresentar sintomas da doença, provavelmente, estão relacionados a outro fator que deverá ser investigado por psicólogo ou psiquiatra.

Em hipótese alguma, o paciente deve operar se tiver alguma dúvida ainda não  esclarecida. O ideal é confiar no cirurgião, apresentando as dúvidas para esclarecer todos os aspectos da cirurgia, antes de marcá-la.


Deixe seu comentário




Voltar

Agendamento Online