• Acesse a área exclusiva:

É natural e saudável sentir tensão antes de uma cirurgia bariátrica



Ansiedade e insegurança ajudam pacientes e avaliar com profundidade suas escolhas, a tirar todas suas dúvidas e a consolidar alguns conceitos importantes na jornada pelo resgate da qualidade de vida e da saúde

Saber lidar com a insegurança e a ansiedade antes de qualquer procedimento cirúrgico nem sempre é uma tarefa fácil. Na cirurgia bariátrica não é diferente, especialmente porque após a operação o paciente deve estar firmemente comprometido a seguir um tratamento médico pelo resto da vida. A cirurgia bariátrica é apenas o primeiro passo.

“Passar por uma cirurgia não é um ato corriqueiro. A cirurgia bariátrica deve ser sempre uma cirurgia eletiva, ou seja, diferentemente de uma cirurgia de emergência, o paciente se prepara pra passar por este procedimento. Mesmo com todo o preparo e sabendo que, atualmente, as cirurgias bariátricas são procedimentos seguros, ir para o hospital, entrar no centro cirúrgico e permitir-se ser anestesiado para que o cirurgião faça seu trabalho demanda muito emocionalmente”, explica Andrea Levy, psicóloga bariátrica e vice-presidente da Comissão de Especialidades Associadas da SBCBM.

Portanto, nada mais natural do que sentir um frio na barriga e tensão, mas este sentimento pode ser saudável e importante: é uma ótima oportunidade para avaliar se ele realmente está preparado para enfrentar uma mudança de hábitos importante e permanente. É neste momento que o paciente pensa na segurança, se ele seguirá mesmo todas as orientações da equipe multidisciplinar, se perderá o peso necessário e se o resultado valerá a pena.

O segredo é respirar fundo e respeitar seu próprio tempo, conversar com outros pacientes que passaram pelo tratamento e profissionais de saúde de confiança. Tirar todas as dúvidas com os integrantes da equipe multidisciplinar a respeito do procedimento e do pós-operatório. Assim, haverá tempo para se acostumar a algumas ideias e adquirir segurança para embarcar de vez em uma jornada pelo resgate da qualidade de vida e da saúde.

Caso a ansiedade e a dúvida sejam muito grandes, o paciente poderá avaliar com sua equipe multidisciplinar adiar a cirurgia bariátrica para se preparar melhor. O importante é estar seguro para obter os melhores resultados do tratamento.

Alguns sintomas comuns desta tensão pré-operatória são alterações na fome e no sono, introspecção e sensibilidade.

A família pode ajudar bastante neste processo, mesmo que não esteja em total acordo quanto à realização da cirurgia bariátrica. Em primeiro lugar é preciso ter empatia, compreender e respeitar a decisão do paciente. Apenas ele sabe o quanto é árduo lutar contra esta doença grave e de difícil tratamento. Ir a palestras e consultas para entender melhor como é feito o tratamento cirúrgico da obesidade é uma boa forma de dar suporte ao paciente. Evitar a crítica e oferecer um diálogo respeitoso sobre o assunto também é fundamental.

A cirurgia bariátrica é, atualmente, segura e a expectativa é que a aprovação pelo CFM da área de atuação em cirurgia bariátrica permita formar cirurgiões bariátricos ainda mais qualificados, aumentando a segurança do tratamento cirúrgico da obesidade.

“Será que eu posso tentar mais uma dieta e programa de atividades físicas?”

“Será que estou fazendo a coisa certa?”

“Por que exagerei tanto na hora de comer?”

Se estas perguntas passam pela sua cabeça, saiba que elas são naturais e saudáveis, pois fazem parte do amadurecimento do paciente, algo fundamental para que ele supere todas as etapas envolvidas na cirurgia bariátrica e recupere a saúde.

Se estiver em busca de profissionais qualificados, clique aqui e agende uma consulta.

Este texto foi escrito com a orientação de psicólogos integrantes da Comissão de Especialidade Associadas da SBCBM.

Via SBCBM – Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica

Fotos via Pixabay (CC)


Deixe seu comentário




Voltar

Agendamento Online