Portugues
English
Spanish



Intestino – cólon e reto

O que é cólon ou intestino grosso ?

Após serem digeridos pelo estômago, os alimentos chegam ao intestino. A primeira parte é chamada intestino delgado, onde os nutrientes são absorvidos. Os resíduos restantes continua no cólon (ou intestino grosso) e no reto, locais onde ocorre absorção de água. Depois são eliminados. Intestino grosso e reto são locais freqüentes de doenças como pólipos, divertículos e tumores.

Qual o exame para avaliar meu intestino?

O principal exame se chama colonoscopia, o qual consiste na introdução de um endoscópio pelo ânus. Este exame permite diagnosticar e tratar várias doenças, pois ele olha o intestino por dentro.
O exame é feito sob anestesia, no qual o paciente fica sedado e confortável durante o exame.

Como se faz a cirurgia do intestino?

No passado, um grande corte abdominal era feito para operar o intestino. Isto causava muita dor, tendo o paciente que permanecer no hospital por cinco a oito dias, com uma recuperação em casa de seis ou mais semanas. Com os avanços recentes, a técnica foi modificada. Hoje temos a laparoscopia, um método avançado e pouco invasivo, cuja abordagem evita a necessidade de uma grande incisão abdominal. Com isso, a dor é significativamente menor. O tempo de permanência no hospital é de 2-4 dias e o retorno ao trabalho pode ocorrer tão cedo como 2-3 semanas.

Como me preparar para a operação?

Uma avaliação médica completa será feita pelo seu médico. Vários testes diagnósticos podem ser necessários. Muitas vezes se faz necessário tomar laxantes um dia antes da operação.
Isto se chama preparo do cólon. Nos dias que antecedem a operação, uma dieta líquida pastosa é aconselhável.
Na véspera da operação, ou mesmo no dia, o paciente deve-se banhar, lavando bem ao abdômen. Jejum de oito horas está indicado antes da operação.
Caso o paciente tome medicamentos pela manhã, discutir com seu médico antes. Todos os exames pré-operatórios e guias de internação devem ser levados ao hospital.

O que posso esperar no dia da cirurgia?

Chegue ao hospital no dia e hora marcados.
Cadastre-se um termo de consentimento autorizando o seu médico realizar a cirurgia.
No bloco cirúrgico, será colocada uma pequena agulha ou cateter na sua veia para fornecer medicamentos antes, durante e após a operação.
Após o término da operação, você será conduzido a uma sala de recuperação, onde sua pressão arterial, pulso, respiração serão monitorizados de
perto até que você esteja completamente desperto para seguir ao seu quarto.

Quais os resultados esperados da cirurgia laparoscópica cólon retal?

  • Diminuição da dor pós-operatória
  • Hospitalização mais curta
  • Melhor aceitação da dieta oral
  • Retorno mais rápido da função intestinal
  • Retorno mais rápido ao trabalho
  • Incisões pequenas no abdômen e melhor resultado estético

Quais os riscos da cirurgia laparoscópica do cólon?

Como qualquer cirurgia, há riscos. O risco de uma dessas complicações geralmente não é maior do que se a cirurgia foi realizada com a técnica aberta. As principais complicações que podem ocorrer são: hemorragia, infecção, lesões de órgãos vizinhos, vazamento nas emendas ou anastomoses, coágulos de sangue nos pulmões. Portanto, você deve perguntar ao seu cirurgião qualquer dúvida em relação ao risco e benefícios do procedimento.

O que acontece se a cirurgia não pode ser realizada por videolaparoscopia?

Às vezes não é possível utilizar a técnica laparoscópica. O cirurgião decide realizar a operação aberta antes ou mesmo durante a cirurgia. Isso se faz necessário em casos em que não há segurança do procedimento. Fatores que podem aumentar esta possibilidade de cirurgia aberta são a obesidade, a presença de cicatrizes na parede abdominal anterior, incapacidade de ver os órgãos abdominais com segurança, ou mesmo sangramento durante a cirurgia.

Quando devo chamar meu médico?

  • Certifique-se antes de chamar seu médico se você apresenta algum dos seguintes sintomas:
  • Agravamento da vermelhidão ao redor da incisão.
  • Drenagem volumosa de líquidos nas incisões.
  • Dor abdominal prolongada que não cede com a medicação prescrita.
  • Febre persistente superior a 37,8 graus
  • Náuseas e vômitos persistentes
  • Tosse produtiva ou falta de ar.