• Acesse a área exclusiva:

Alteração de equilíbrio no indivíduo obeso



Por Michelle Nery, fisioterapeuta do IMOC

A obesidade gera alterações posturais relevantes, e uma delas é a alteração do centro de gravidade do indivíduo.

O aumento do peso, principalmente na região anterior, faz com que o obeso adquira um postura “desabada para frente” que, torna-se confortável em função desse peso maior na região abdominal. Entretanto, esse vício postural gera uma fraqueza da musculatura das costas que fica excessivamente alongada e cria-se um ciclo vicioso entre a má postura e a falta de força/ativação da musculatura extensora de tronco que acaba por favorecer a manutenção dessa postura inadequada.

Com o emagrecimento, esse desequilíbrio torna-se mais evidente e quedas podem começar a acontecer, não só pela diminuição do peso que alterava todo o alinhamento, como também pela perda de massa magra que ocorre durante esse processo. Nesse momento, a orientação especializada do fisioterapeuta fará toda a diferença e guiará a melhor abordagem para cada caso.

Vale destacar que na consulta fisioterápica pré-operatória, o paciente obeso já fica ciente dessas possíveis alterações e aprende a como evitá-las.


Deixe seu comentário




Voltar

Agendamento Online